Episódio 19: Em mundo de cão…

Andei afastada das lides Perkianas. Vamos resumir tudo com “a vida aconteceu”.

Vamos também fazer um estratégico fastforward para o penúltimo episódio da 2ª temporada: onde vou falar dos seres mais mimados da casa!

Para os mais distraídos, ou para quem acabou de chegar, eu sou uma orgulhosa dona de dois Boxers lindinhos. Como todo o bom Boxer há duas coisas que adoram: mimos e atenção. Não necessariamente por esta ordem. Então o mai’novo é uma verdadeira vergonha de beijos, mimos e colo. Não é discriminação contra a minha fofinha, ela é que já tem menos paciência e só quer sopas e descanso.

Perco o fio à meada quando abordo o tema dos meus cães, mas o mais “engraçado” é quando começam os comentários muito pouco abonatórios aqui à minha pessoa, tendo de ouvir coisas tão descabidas como:

  • “Levas os cães à rua ou eles é que te levam a ti?” – Olha lá bem para mim… Estás-me a ver com ar de quem nunca tinha ouvido isto? Portanto, óbvio que os levo à rua, e não o contrário. Senão estava bem tramada com os esticões e puxões que levo!
  • “Eles devem ser do teu tamanho, só pode!” – Tanto pode que são praticamente da minha altura, quando estão “de pé”. A mais velhota já mal se aguenta nas patas, portanto há brincadeiras que já não se têm… Mas o outro acha que ainda tem 6 meses, e adora estar na altura das bochechas dos seres humanos para lhes retribuir amor. Por isso, sim. São da minha altura, mais coisa menos coisa.
  • “Não tens medo que eles te mandem ao chão?” – Boa questão. Ter tenho, especialmente quando lhes dá os repentes de começarem a correr que nem tolos, ou quando alguém decide tocar à porta sem pré-aviso telefónico.
  • “Os teus cães são tão queridos! Não aguento…” – Pois são, uns amorzinhos! Mas, tudo isto é muito lindo até ter os pequenotes em cima de mim que nem uns trambolhos com mais de 25kgs (à vontadinha!) e aqui a pequenota que se aguente. Obviamente são um barril de amor, alguma baba e muito mimo, mas não deixam de ser dois barris enormes.

Deixo-vos uma fotografia da (pequena) matilha cá de casa, num dos raros momentos em que consegui juntar os dois, a fazer uma pose, sem ficar desfocada e a olhar para a câmara. Acreditem, há anos que ando a tentar reproduzir algo semelhante. Sem sucesso.

Dois cães e uma pessoa. Dentro de uma casa.
Um momento amoroso mas muito raro dos pequeninos juntos a fazer pose (2015).

Até ao próximo episódio!
Facebook | Instagram
Pat, a Fun Sized |  Sofia, a Ilustradora

Anúncios
Patricia Fernandes

Miúda de 25 anos, apaixonada por música e redes sociais - com um affair em jornalismo. Podem encontrar-me, com frequência, em concertos ou num café a falar de música.

O que achaste deste artigo? Partilha connosco!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.