Episódio 11: #PerksNoVerão – Bailaricos e Festas da ‘Terra’

À primeira vista, este episódio parece falar de duas coisas distintas: bailaricos e festas da terra. Mas parece-me pertinente esclarecer: não são festas na natureza à la boom festival mas sim aquelas festas típicas das terrinhas, aldeias e espacinhos que se multiplicam por esta altura do ano.

Quem me conhece sabe que gosto muito de música e não resisto a dar um passinhos de dança e os bailaricos e festas das terrinhas são perfeitas para libertar o meu lado bimbo e saloio ao som dos clássicos do Quim Barreiros ou do Toy. Digo-o sem preconceitos porque aceito o meu lado mais típico.

Bimbo ou não, goste-se ou não, associo muito estes momentos ao verão e aos riscos de me perder em multidões. Todos os anos passo por uma ou duas festas da zona e, invariavelmente, passo os primeiros 15 minutos a fazer reconhecimento do espaço tal águia à caça e a marcar pontos e horários de encontro não vá eu desencontrar-me com as pessoas que me acompanham. Faço-o porque o mais provável é ser consumida por um comboio de pessoas que cruza mil caminhos no espaço ou na barraquinha do pão com chouriço perdida no meio das pessoas com mais de 1,60m.

Eu vivo para os pães com chouriço em forno de lenha que se vendem nestas terras, e para o convívio! É ver as pessoas que não se conhecem de lado nenhum a celebrar uma música mesmo foleira, com uma energia e alegria completamente irresistíveis e contagiantes. É bonito, maravilhoso e bimbo, mas é algo muito português e rural.

Vivo e sinto isto das multidões com uma intensidade mais envolvente, não me parecessem estas pessoas verdadeiras twin towers. No entanto eu sou mesmo pequenina e, por isso, acabo por passar a noite toda a saltar, gritar e passar à frente das pessoas para ter um vislumbre ténue do artista em palco – tudo isto dificultado por uma enchente de seres humanos tornando esta tarefa ainda mais árdua porque isto não é como um festival de verão é um mundo à parte.

Podia ser mau, mas nestas coisas mais vale aproveitar a noite e comer pão com chouriço do bom porque depois só passado um ano.

Até ao próximo episódio!

Facebook | Instagram
Pat, a Fun Sized |  Sofia, a Ilustradora

Publicado por

Patricia Fernandes

Miúda de 25 anos, apaixonada por música e redes sociais - com um affair em jornalismo. Podem encontrar-me, com frequência, em concertos ou num café a falar de música.

O que achaste deste artigo? Partilha connosco!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.