Episódio 2: Quando a pequenez dá um grave caso de road rage

Sabemos que os humanos com estatura pequena têm formas diferentes de lidar com situações normais. Ainda mais, se falamos de condução. O verdadeiro problema surge quando essa forma é ligeiramente mais agressiva do que seria expectável.

Na temporada 1 partilhei os problemas de conduzir por ser demasiado pequena, as pequenas gracinhas e gargalhadas que acontecem por detalhes pensado para pessoas efectivamente maiores do que o meu 1,47m.

Mas, aqui me confesso…
Como todos sabem sou minúscula, mas há um monstro que se revela quando conduzo. Não é um monstro como nos contos de fadas, tipo dragão rosa e resplandecente, é mais um monstro gigante, forte e verde à la Hulk.

Entre combinações mais ou menos ordinárias de palavras menos próprias, a gesticulações mais agressivas, e muita tensão acumulada, reconheço perante vocês que não gosto nada de ser este pequeno monstrinho.

Mas, há algo que se descontrola em mim, quando vejo pessoas a fazerem rotundas todas por fora, quando vejo homens a serem agressivos por eu ser mulher ou quando mudam de faixa sem piscas. Por favor, eu tenho mãos mínimas e chego perfeitamente aos manípulos para indicar a mudança de direção, por isso, não custa nada fazerem o mesmo quando as vossas mãos têm, pelo menos, 2 metros.

Considerando que os “métodos de condução” são um tema que mexe muito com o meu sistema nervoso, já reduzido pela minha condensada postura, a verdade é que há pessoas terríveis a circular nas estradas. Também é verdade que qualquer coisa me tira do sério, e por isso, este monstrinho verde e descontrolado vai continuar a dar de si pelas estradas portuguesas. Sim, porque nem me atrevo a conduzir fora daqui – eu sei lá asneiras em francês, gesticular em italiano ou conduzir do lado oposto como os ingleses.

Reduzo-me à minha pequenez e tento lidar com o meu grave caso de road rage , tentando soltar algumas gargalhadas, com meia dúzia de calmantes ou até os meus espectáculos disponíveis gratuitamente numa fila de trânsito perto de vocês. Estejam atentos! Tanto posso estar por aí a dar show ou a berrar com alguém. É só uma questão de circunstâncias.

Até ao próximo episódio!

Facebook | Instagram
Pat, a Fun Sized |  Sofia, a Ilustradora

Publicado por

Patricia Fernandes

Miúda de 25 anos, apaixonada por música e redes sociais - com um affair em jornalismo. Podem encontrar-me, com frequência, em concertos ou num café a falar de música.

O que achaste deste artigo? Partilha connosco!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.